Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

VENCENDO DESAFIOS

No Dia Mundial da Conscientização do Autismo, mãe compartilha desafios e aprendizados ao lidar com o autismo do filho

Segundo OMS, uma em 100 crianças tem Transtorno do Espectro Autista

(Fotos: Bárbara Franco/Rtvnews)
(Fotos: Bárbara Franco/Rtvnews)

Luma, uma mãe dedicada, encontrou-se em busca de respostas diante das mudanças nas habilidades de seu filho, Anthony, que hoje tem sete anos de idade. Em meio a essa jornada, aos um ano e nove meses de Anthony, veio a surpresa: a possibilidade de ele estar dentro do espectro do autismo (TEA).

Para muitos pais, o diagnóstico de autismo pode ser avassalador, gerando uma série de dúvidas e incertezas. Luma compartilha que a descoberta do TEA abriu um leque de questionamentos e provocou uma mistura de sentimentos em sua família. "Foi bem difícil porque a gente não conhecia nada sobre autismo. Muito pouca coisa era falado naquele tempo. Para nós foi bem, bem difícil. Eu chorei bastante, meu marido chorou bastante também. E o preconceito das pessoas quando ficavam sabendo que ele é autista era grande. É complicado"".

Apesar dos desafios, Luma destaca o notável desenvolvimento de Anthony, especialmente desde que ele começou a frequentar a APAE há mais de quatro anos. Além de Antony, Luma e Jefferson têm outra filha, e a mãe se emociona ao descrever o amor e o relacionamento entre os dois irmãos.

Luma compartilha sua experiência e oferece conselhos para outras mães que enfrentam a descoberta do autismo em seus filhos. Ela enfatiza que, apesar do estigma social que ainda envolve o autismo, a maioria das crianças autistas é amorosa e carinhosa, desmistificando assim algumas concepções equivocadas sobre a condição.

A jornada de Luma e sua família não tem sido fácil. Desde os primeiros sinais percebidos quando Anthony tinha apenas seis meses, até a confirmação do diagnóstico, eles enfrentaram desafios emocionais e sociais. Luma revela as dificuldades enfrentadas em público devido ao preconceito. "No começo, a gente evitava sair de casa com ele por causa do preconceito. No shopping, no mercado, as vezes ele tinha crise, se jogava no chão e as pessoas ficavam olhando e julgando sem saber que ele era autista. É bem difícil também essa situação", lamenta Luma.

Por fim, Luma compartilha a igualdade de amor que ela e Jefferson têm por seus dois filhos, apesar das demandas adicionais que o cuidado de Anthony requer. Ela enfatiza os esforços da família para equilibrar a atenção e o carinho entre os irmãos, garantindo que ambos se sintam amados e valorizados. "O amor pelos dois é o mesmo e o carinho deles pela família também é o mesmo, não tem diferença nenhuma. A única diferença que sempre explicamos para nossa filha é que o Anthony requer mais cuidados devido a condição dele".


2 de abril - Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Adata, criada em 2008 pelas Organização das Nações Unidas (ONU), chama a atenção para a importância de conhecer e tratar o transtorno que atinge mais de 70 milhões de pessoas no mundo, afetando a maneira como esses indivíduos se comunicam e interagem.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) envolve atrasos e comprometimentos do desenvolvimento, seja da linguagem, seja no comportamento social. Os sintomas podem ser emocionais, cognitivos, motores ou sensoriais. O diagnóstico definitivo é dado após os 3 anos de idade, mas os sintomas podem ser observados antes disso e os cuidados podem ser iniciados de imediato. A incidência em meninos é maior, tendo uma relação de quatro meninos para uma menina com o transtorno.

Para efeitos legais, os autistas são considerados pessoas com deficiência. De acordo com a Lei nº 12.764/12, é direito da pessoa com TEA o acesso a ações e serviços de saúde, incluindo identificação precoce, atendimento multiprofissional, terapia nutricional, medicamentos e informações que auxiliem no diagnóstico e no tratamento.

Deseja ficar por dentro das últimas notícias do portal RTVNews?

Sabe como ficar bem informado com rapidez sobre aquilo que acontece de mais importante em Guarapuava e Região? É muito fácil! Basta fazer parte do nosso grupo no WhatsApp (Aqui). Nossa equipe do Portal rtvnews.com.br mantém você atualizado em tempo real. Além disso, você pode colaborar conosco enviando fotos, vídeos, denúncias e reclamações pelo nosso WhatsApp: (42) 9-9913-0435

Junte-se a nós e fique sempre por dentro das notícias mais relevantes de sua região!

#Guarapuava #Região #Notícias #Informação #Rtvnews


Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis